O que são OKRs?

Romario Souza

Romario Souza

OKRs

Noto que algumas organizações têm uma grande dificuldade de criar uma estrutura para alinhar e engajar seus colaboradores no alcance de metas e objetivos. Uma solução para esse contexto seria a utilização das OKRs.

Muitas pessoas se perguntam o que esse tal de OKR e qual o significado dessas três letras. Então vamos esclarecer isso:

O: Objetivo

KR: Resultados Chaves (os Key Results)

Temos que ter clareza que um Objetivo é qualitativo, ambicioso e direcionado a um propósito. As KRs são quantitativas, mensuráveis e tem um alvo a ser alcançado.

E algumas definições interessantes sobre essa metodologia. De acordo com o Management 3.0:

“OKRs são uma maneira simples de criar estrutura para empresas, equipes e indivíduos. O segredo quando se trata de OKRs é torná-los ambiciosos. Dessa forma, os OKRs permitem que indivíduos e equipes se concentrem na big picture e alcancem mais do que imaginavam.”

E de acordo ao Jurgen Appelo:

“Os OKRs são uma mistura de ciclo PDCA, metas ambiciosas, metas SMART, o método de startup enxuta e gestão por objetivos. Basicamente, está tudo envolvido em uma prática de gerenciamento ágil.”

Mas de onde surgiu a metodologia OKR?.

A metodologia OKR surgiu na década de 90 na Intel, tendo como criador Andy Grove (CEO da Intel por mais de 10 anos). Originalmente chamava-se “iMBO” ou “Intel Management by Objectives”, em referência ao MBO, famoso modelo de gestão de objetivos descrito por Peter Drucker e adotado por grandes corporações até hoje.

Em 1999 a metodologia foi implementadas no Google, por John Doerr, investidor do Vale do Silício e é utilizada até hoje.

Na época em que a metodologia OKR foi implementa o Google tinha por volta de 40 funcionários e um faturamento de 1 milhão de dólares. Hoje o Google tem mais de 85.000 colaboradores e uma faturamento na casa dos bilhões.

Isso fez com que a metodologia OKR se tornasse relevante e é até muito comum dizerem que ela foi criada dentro do Google.

Veja o que diz Larry Page, um dos fundadores do Google, sobre a importância da metodologia OKR dentro da empresa:

“OKRs ajudaram a gente no caminho para o crescimento, muitas e muitas vezes.” 

E para as OKRs realmente contribuírem para o negócio, elas precisam ser construídas dentro de um propósito claro da organização. Esse propósito declara um norte de como a organização vai construir sua visão de futuro e as OKRs alinham as ações que todos os colaboradores vão se dedicar para alcançar que levam a realização desse propósito.

Até na história de ficção de Lewis Carroll, em Alice no País das Maravilhas, é destacada a importância de se ter um caminho, como vemos nesse trecho da história de Alice no País das Maravilhas quando a própria Alice se encontra com o Gato Risonho:

Alice chegou a uma bifurcação na estrada. ‘Que caminho devo seguir?’, perguntou. ‘Aonde você̂ quer ir?’, respondeu o Gato Risonho. ‘Não sei’, respondeu Alice. ‘Então’, disse o gato, ‘não importa! Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve’.                 

Dentro das organizações podemos encontrar diferentes estruturas. Entre suas camadas da estrutura podemos encontrar: Cultura, Estratégia, Tático e Operacional. E o processo de implementação da metodologia OKR precisa seguir essa estrutura. Os colaboradores precisam viver as OKRs alinhadas com a cultura, na construção das estratégias, em suas áreas e nas suas equipes (e muitas vezes, como no Google, ter suas OKRs pessoais, alinhadas a estratégia do negócio).

Aqui está a minha OKR pessoal que eu desenvolvi com o apoio e orientação do Thiago Brant na Agilers (e com revisão e contribuição do Roger):

Objetivo: Eu quero ser reconhecido por ser um profissional que gera resultados com a aplicação de RH ágil em empresas de pequena porte (EPP) mantendo um bom equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

KR1: Eu quero que a minha gestão me consulte para qualquer decisão envolvendo gestão do negócio no que tange o RH Estratégico em 80% das ocasiões.

KR2: Elevar o indicador de satisfação com trabalho em equipe de 7.5 para 8.4 na Agilers.

KR3: Descrever o resultado obtido e lições aprendidas de 7 práticas utilizando o M30 no RH ágil.

Note que meu objetivo é qualitativo e ambicioso. Já minhas KR’s são quantitativas e tem um indicador de resultado que mostra se estou indo no caminho certo para atingir o objetivo.

Um ponto muito importante que também temos que ter em mente são as Iniciativas para cada KR. As Iniciativas são ações que representam apostas, hipóteses ou projetos que acredita-se contribuir para mexer com a KR, mas não é garantia que isso ocorra.

Uma ação envolvendo a KR3 será aplicar Moving Motivators no Processo Seletivo e depois descrever os resultados alcançados. Eu acredito que com essa iniciativa e atingindo esse KR, eu estarei mais próximo do meu objetivo de me tornar um profissional que gera resultados em RH Ágil.

Apesar de não ser a recomendação padrão para KRs, a escolha do número 7 de iniciativas foi influenciada por uma certificação que exige a execução de 7 experimentos. Acabei unindo isso ao meu objetivo, mas enfatizando que o atingimento em si considera a geração de resultados e aprendizado para o ambiente que trabalho (ou seja, não basta tirar a certificação sem ter o objetivo de colocá-la em prática).

Todo esse conteúdo sobre a metodologia OKR e muito mais, você pode aprender de forma prática e dinâmica no Workshop OKR Expert da Agilers. Começamos a jornada falando sobre aspectos envolvendo o contexto que as organizações vivem hoje, inicialmente construindo OKR pessoais para reforçar os conceitos, e depois implementando os conceitos da metodologia dentro das organizações através de um case fictício, mas que reproduz muito a realidade das organizações, até dicas de como contribuir no desenvolvimento dos colaboradores nas organizações com a construção e uso das OKRs de uma forma geral.

Consulte novas turmas em nossa agenda https://www.sympla.com.br/agilers.

Bibliografia:

  1. Avalie o que Importa: Como o Google, Bono Vox e a Fundação Gates Sacudiram o Mundo com os OKRs – https://amzn.to/45ZXYGv
  2. Sessão de OKRs no Management 3.0https://management30.com/practice/okrs/
  3. Post do Jurgen Appelo sobre OKRshttps://management30.com/blog/what-are-okrs-a-good-mix-of-common-sense/

Sugira algo aqui

Cookies

Utilizamos cookies para personalizar o seu conteúdo e melhorar sua experiência com a Agilers. Utilizamos cookies também para analisar a navegação dos usuários e poder ajustar a publicidade de acordo com suas preferências.

Saiba mais sobre os cookies em nossa Política de Cookies